Translate

segunda-feira, 12 de março de 2018

Técnica de Inspeção: Leitura Baseada em Perspectiva - PBR

Perspective-Base Reading (PBR) é uma técnica de inspeção de software para detectar defeitos em todos os artefatos durante um processo de desenvolvimento, desde a documentação até o código.

Com PBR, um mesmo artefato pode ser inspecionado em diferentes perspectivas, ou seja, na visão de cada papel envolvido no processo de desenvolvimento. Por exemplo, nos papéis do cliente, do analista, do desenvolvedor, do testador, do usuário, etc.

Para cada perspectiva o inspetor é orientado com um conjunto de questões, que relacionam o artefato inspecionado com a visão de cada papel.

Em PBR, os tipos de defeitos podem ser classificados em [1]:

1. Omissão: qualquer requisito, atributo ou classe, que não tenha sido definido.
2. Fato incorreto: um requisito que não poderia existir nas condições especificadas para o sistema.
3. Ambiguidade: múltiplas interpretações para uma mesma característica de um artefato.
4. Inconsistência: dois ou mais requisitos que conflitam com outro.
5. Informação extra: informação desnecessária ou que não está sendo utilizada, a qual pode confundir a leitura.

Uma das principais vantagens desta técnica é que o mesmo questionário de inspeção pode ser utilizado em diferentes projetos. Com isso, o tempo preparação é praticamente nulo.

No entanto, quando o inspetor não tem muita experiência, reutilizar o mesmo questionário em diferentes projetos, pode ser uma desvantagem. Pois, as questões às vezes são abstratas e gerais, o que pode fazer com que o inspetor não identifique todos os defeitos que realmente existem.

Um exemplo prático desta PBR, técnica para Inspeção de Software, pode ser verificada no documento abaixo:

Obs.: Este modelo é apenas um exemplo, ele deve ser completado com outras perspectivas, caso queira usar na prática.

Fonte:

[1] F. Shull, I. Rus, and V. Basili. How perspective based reading can improve requirements inspections. IEEE, 2000.
https://pdfs.semanticscholar.org/6eee/96d7b35917d06e4e8485acdeee0b80059f26.pdf 

Nenhum comentário: