quarta-feira, 21 de setembro de 2016

Aplicativos para Celular: Nativo x Híbrido

Para quem quer realizar testes automáticos em uma aplicação para celular precisa, primeiramente, conhecer os termos utilizados no desenvolvimento destes sistemas. Saber se o aplicativo será feito para as plataformas Android, iOS ou Windows Phone é o primeiro passo e geralmente o mais simples. 

Outros termos que aparecem bastante na documentação das ferramentas de teste são sobre o desenvolvimento destes aplicativos, ou seja, se eles são Aplicativo Nativo ou Aplicativo Híbrido.

Quando um aplicativo é nativo, isto quer dizer que ele foi desenvolvido para utilização em apenas uma plataforma, seja Android ou iOS ou Windows Phone. Com isso, este aplicativo poderá ter acesso direto aos recursos do aparelho, onde ele está instalado, como: GPS, câmera, calendário, contatos, etc. Uma característica desse aplicativo é que nem sempre precisa de internet.

O aplicativo híbrido é desenvolvido utilizando códigos da web (HTML e JavaScript) juntamente com frameworks de linguagem nativa, que permitem que eles sejam instalados nos aparelhos celulares. Assim, eles geralmente utilizam recursos do aparelho de forma indireta, através desses frameworks e alguns desses aplicativos precisam de internet para funcionar.

Uma das vantagens do aplicativo híbrido é que ele poderá ser executado em diferentes plataformas, no entanto terá algumas limitações de recursos com relação ao aplicativo nativo.

A diferença entre um Aplicativo Híbrido e uma aplicação para Web Mobile é que o primeiro poderá ser instalado no aparelho celular e o segundo é apenas um site que possui uma interface adaptada para o navegador do celular. Com isso, o Web Mobile não tem acesso aos recursos do celular, mas tem a vantagem de não precisar obter a aprovação da App Store.

Assim, só conhecendo como o aplicativo foi desenvolvido, é que será possível decidir qual ferramenta será mais indicada para realizar os testes automáticos no celular.

Nenhum comentário: